• Fábio Castro

Missão de uma Empresa - Parte 3

Como descrever a missão da empresa?

Acredito que após ler os dois artigos anteriores, você já consiga compreender o que significa missão e como descobri-la. Agora seu desafio é descrevê-la, ou seja, colocar a missão no papel.

Vou recorrer a bons exemplos que possam lhe auxiliar neste processo.


Missão do Google: Organizar as informações do mundo todo e torná-las acessíveis e úteis em caráter universal.

Missão da 3M: Solucionar problemas não solucionados de maneira inovadora.

Missão da Merk: Preservar e melhorar a vida humana.

Missão do Wal-Mart: Dar aos cidadãos comuns a possibilidade de comprar a mesma coisa que as pessoas ricas.

Nota: algumas das clássicas missões acima foram re-adequadas nas últimas décadas, mas, não necessariamente para melhor!

Observe que a missão não necessita ser algo muito extenso, pois deve descrever somente uma vontade, uma motivação ou um ideal que levou você a criar sua empresa e o mantém com energia e perseverança em seu negócio.

Algumas consultorias criam tantas regras para a descrição da missão (um misto de missão, visão, declaração de valores, identificação de nicho, etc.) que somente contribuem para uma doença chamada de “Miopia de Marketing” descoberta por Theodore Levitt em 1960!

Leia abaixo a Missão da Petrobrás e acompanhe na seqüência minha análise (note que não estou questionando a empresa e sua gestão, mas sim a forma de declarar sua missão):

(1) Atuar de forma segura e rentável, (2) com responsabilidade social e ambiental, (3) nas atividades da indústria de óleo, gás e energia, (4) nos mercados nacional e internacional, (5) fornecendo produtos e serviços adequados às necessidades dos seus clientes (6) e contribuindo para o desenvolvimento do Brasil e dos países onde atua.

1. “Rentabilidade” deve ser uma obrigação em qualquer negócio;

2. “Responsabilidade social e ambiental” estaria mais bem alocada em uma declaração à parte de princípios e valores;

3. “Energia” é um ramo de negócios, mas “óleo e gás” são apenas produtos. Observe aqui um potencial problema de “Miopia de Marketing” e imagine a situação de um supermercado colocando sua relação de produtos na missão da empresa;

4. “Mercado nacional e internacional” poderia ser resumido simplesmente em mercado mundial.

5. “Produtos e serviços adequados às necessidades dos clientes” são o mínimo que uma empresa deve fazer, pois se trata de algo conceitual. Ou seja, se você não identifica e atende necessidades de seus clientes, então você não pratica Marketing.

6. “Contribuir com o Brasil e os Países onde atua”. Se a pretensão é exatamente atuar no mercado mundial, então, creio que tenham caído em redundância! Sem realizar o devido aprofundamento no caso específico, poderia sugerir que a Missão da Petrobrás fosse tão e somente: Contribuir para o desenvolvimento energético mundial.

Resultaria em uma frase pequena em tamanho, mas, grandiosa em intenções e que possivelmente abriria um leque de oportunidades para esta notável empresa.